Dieta Detox

Dieta Detox 45 Dias: A Dieta que feaz a Deborah Secco perder 12kg em 45 dias

Dieta Detox 45 Dias: A Dieta que feaz a Deborah Secco perder 12kg em 45 dias

Deborah Secco impressionou ao exibir uma silhueta mais enxuta durante as filmagens do longa-metragem “Boa Sorte”, de Carolina Jabor, em uma praia da Zona Oeste do Rio de Janeiro, na quinta-feira (14). A atriz, de 33 anos – que no fim do ano passado chegou a pesar 53kg, nos seus 1,64m de altura, após declarar ter ganho 5kg durante as férias -, precisou secar para dar vida à personagem Judite, uma soropositiva em fase terminal. Ela emagreceu 12kg em apenas 45 dias. Para conseguir chegar ao seu objetivo em tão pouco tempo, a atriz de “Louco por Elas” recorreu à sua cardiologista e médica ortomolecular Heloisa Rocha, que a acompanha desde 2005 e é responsável pela boa forma de Deborah. Em conversa com o EGO, a médica falou sobre o tratamento e revelou a dieta que fez a atriz secar

“Deborah fez um trabalho preparatório para emagrecer para o filme. Inicialmente eu montei um cardápio do Plano Detox Rosi Feliciano que fez ela perder peso gordo. No final, fizemos uma nova dieta por um curto período que é mais restritiva, sob supervisão, para que ela perdesse um pouco de massa magra para a personagem”, explicou a doutora, acrescentando que na segunda etapa a atriz fez uma dieta detox (sem carne, lactose e glúten) e foi preciso suspender o programa de atividades físicas: “Mas no período anterior, ela intensificou o aeróbico.”

A atriz conta com a orientação do personal trainer Rafael Lund e malha na academia do Spaço Heloisa Rocha, na Barra da Tijuca. Entre as atividades, Deborah segue o Plano Detox Rosi Feliciano e corre na esteira e na areia e dá tiros de até 16km/h. “Só fizemos um cardápio mais restritivo porque ela estava sempre aqui”, esclareceu Heloisa, acrescentando que foram tomados alguns cuidados para que a saúde da atriz não fosse prejudicada e que ela mantinha o hábito de comer a cada três horas. “Ela toma vários suplementos para manter a sua saúde física, a imunidade, o cabelo, a pele, as unhas e para ter disposição. E é um suplemento bem bacana, sempre montado baseado nos exames de sangue dela, que ela faz periodicamente”, explica.

Após o período de filmagens, a médica afirma que a atriz vai retomar a rotina de alimentação e de atividades. “Mudaremos tudo novamente, a alimentação e a malhação voltarão ao normal, até a próxima personagem dela (risos)”.

Antes, confira o cardápio da artista – com 22 opções de almoço e jantar -, que o Purepeople conseguiu levantar para você:
Café da manhã
Escolher uma das opções:
1) 1 torrada grande tipo Matzva com mínima quantidade possível de requeijão light e blanquete de peru (3 rodelinhas) ou 1 colher de sopa de cottage.
2) ½ papaia ou 1 fatia média de abacaxi ou morangos (8 unidades) ou 1 ameixa vermelha ou 1 pêssego
3) 1 copo de água de côco ou 1 capuccino light.
Durante academia; Água.
Pós academia; 1 fruta de escolha.
Almoço e jantar :
(tentar evitar: atum, bacalhau, cordeiro, gema de ovo, cacau, cola, fermento de pão)
Escolher uma das opções:
1) 3 colheres de sopa de arroz com 1 concha de caldo de feijão coado, 1 concha de carne moída temperada com tomate, salsinha, 1 prato de folhas de escolha com palmito, pepino, 1 colher de sobremesa de azeite
2) 3 colheres de sopa de arroz misturado com brócolis picado, 1 porção de filé de linguado com tomate, 1 prato de folhas de escolha com champinhom e pepino em quantidade à gosto, 1 colher de sobremesa de azeite
3) 1 porção de kibe de bandeja, 1 prato de folhas de escolha com 3 colheres de sopa de cenoura, tomates cereja em quantidade à gosto, palmito, 1 colher de sobremesa de azeite
4) 1 porção de rocambole de frango com ricota, 2 colheres de sopa de arroz misturado com cenoura ralada, 1 prato de folhas de escolha com tomate, palmito, 1 colher de sobremesa de azeite
5) 1 porção de salada de quinua com tomates e alcaparras, 1 posta média de peixe de escolha grelhado
6) 1 porção de hambúrguer de frango light, 2 colheres de sopa de arroz misturado com milho, 1 prato de folhas com tomate, palmito, pepino
7) 1 porção de quiche de berinjela, 1 prato de folhas de escolha com blanquet de peru picado (3 rodelas), tomate, palmito, 1 colher de sobremesa de azeite
8) 1 porção de rolinhos de linguado ao gergelim com cenouras e abobrinha, 3 colheres de sopa de arroz misturado com folhas (ex: arroz de espinafre) e tomate picado
9) 1 porção de quiche de queijo minas light, 1 prato de folhas de escolha com tomate, palmito, pepino, ovinhos de codorna (5 unidades), molho de mostarda ou 1 colher de sobremesa de azeite
10) 3 colheres de sopa de arroz com 1 concha de caldo de feijão (se possível coado), 1 bife médio, 1 prato de folhas de escolha com brócolis refogado e picado, tomate, 1 colher de sobremesa de azeite
11) 1 prato fundo de canja de galinha, 1 prato de folhas de escolha com palmito, pepino, tomate, 1 colher de sopa de croutons integrais, 1 colher de sobremesa de azeite.
12) 1 prato fundo de sopa de abobrinha com curry, adicionar ao prato fundo de sopa 1 filé médio de peito de frango desfiado. 1 prato de folhas de escolha com tomate, 3 colheres de sopa de milho ou cenoura, palmito, 1 colher de sobremesa de azeite
13) 1 prato fundo de sopa de legumes, adicionar ao prato fundo de sopa 1 concha de carne moída de frango temperada à gosto. 1 prato de folhas com tomate, champinhom, palmito, 1 colher de sobremesa de azeite
14) Comida japonesa, sempre que possível tentar não ultrapassar aprox. 300-350 Kcal. Tentar evitar salmão
15) 1 porção de frango com gengibre, 3 colheres de sopa de arroz integral, 1 prato de folhas de escolha com tomates cereja, brócolis em quantidade à gosto, 1 colher de sobremesa de azeite
16) 1 porção de espeto de frango, 3 colheres de sopa de arroz com 1 concha de caldo de feijão, 1 prato de folhas de escolha com palmito, pepino, 1 colher de sobremesa de azeite
17) 1 porção de frango com tomates e cogumelos, 3 colheres de sopa de arroz negro. Abobrinha refogada em quantidade à gosto
18) 1 porção de quiche de abobrinha ou quiche de shitake, 1 prato de folhas de escolha com palmito, pepino, tomates cereja, 1 colher de sobremesa de azeite
19) 1 porção de quiche light de alho poró, 1 prato de folhas de escolha com aproximadamente 5 rodelas de blanquet picado, orégano, tomate, pepino e 1 colher de sobremesa de azeite
20) 1 porção de salada grega, 3 colheres de sopa de arroz integral misturado com tomates cereja picados, salsinha
21) 1 porção de caprese de abobrinha e 3 colheres de sopa de arroz integral
22) 1 porção de Paella Vegetariana e 1 posta média de peixe de escolha grelhado

Intervalo da tarde; 1 barrinha de proteínas (tipo Trio de proteína) + 1 latinha de chá tipo Feel Good ou mate zero ou iced tea light

O que é Pilates?

O que é Pilates?

Para ajudar você a compreender melhor sobre esse Método que vem crescendo cada vez mais no Brasil, nós reunimos as principais informações sobre o que é Pilates, sobre quem foi Joseph Pilates, além de reunir vários exercícios e vídeos que você pode utilizar no seu Studio com seus alunos.

O Pilates é um campo em ascensão no Brasil e no mundo. Só no Brasil, temos atualmente em torno de 35 mil Studios em crescimento. Introduzido no país no começo da década de 2000, o Pilates ainda soa como novidade para muita gente, mesmo já tendo milhares de adeptos brasileiros.

Conforme a prática avança pelo país, com público crescente, ela se torna um nicho interessante para profissionais da área de Educação Física e Fisioterapia.

Pilates é uma modalidade esportiva desenvolvida por Jospeh Pilates em 1920. Suas técnicas de controle muscular são tão eficazes que quase cem anos depois elas continuam em alta. A prática consiste em trabalhar a musculatura de forma suave, fluente e com poucas repetições, por meio da concentração, controle e respiração.

Como funciona?

Veja só que mordomia: a maioria das atividades do pilates são feitas deitadas no chão e em alguns casos em aparelhos. As aulas podem ser em grupo ou individual, no primeiro caso reúnem-se um grupo de alunos e as atividades se assemelham ao yoga, geralmente todos deitados no solo. Já quando o pilates é praticado individualmente é comum a utilização de utensílios (a maioria composta por molas e tiras de couro). A escolha da técnica depende do desejo do aluno.

Benefícios do pilates

Independente da escolha do pilates em solo ou com a ajuda de aparelhos, ambos os métodos reúnem todos os benefícios abaixo:

  • Tonifica e alonga os músculos ao mesmo tempo, dentro do limite de cada pessoa
  • Corrige a postura e deixa os movimentos mais elegantes
  • A técnica de pilates não deixa a pessoa cansada e os resultados são visíveis em pouco tempo
  • O pilates é perfeito para quem deseja fugir da agitação das academias. As aulas acontecem em locais tranquilos e com poucas pessoas
  • Por trabalhar muito com a concentração e respiração o pilates é uma ótima alternativa para diminuir o estresse
  • Fortalece a musculatura e modelo o corpo

Como surgiu o Pilates?

Durante a I Guerra Mundial o alemão Joseph Pilates foi exilado numa ilha inglesa, onde começou a trabalhar rotinas de condicionamento físico e mental, inventadas por ele, com os companheiros de exílio. Com os companheiros que tinha restrição de movimentos, ele aplicava molas e resistências nas camas, garantindo-lhes recuperação de força e mobilidade. Mais tarde esses objetos primários utilizados, dariam origem aos equipamentos que, hoje, fazem tanto sucesso. O seu livro, intitulado “Return to Live Through Contrology”, foi editado em 1945, e nele Joseph apresenta seus conceitos teóricos sobre a técnica, além de 34 exercícios efetuados no solo.

Quem foi Joseph Pilates?

Joseph Hubertus Pilates, o criador do Pilates, nasceu em 1883 e era uma criança muito frágil que sofria de asma e febre reumática. Entretanto, Joseph Pilates cresceu seguindo a tradição de hábitos saudáveis que sua família cultivava e trabalhou, incessantemente, em busca de equilíbrio, forma física e bem-estar. Após muita dedicação, Joseph Pilates desenvolveu um método próprio, ao qual denominou “Contrologia”: um completo conhecimento do mecanismo do corpo e uma total compreensão dos princípios de equilíbrio e gravidade aplicados às ações do corpo nos estados ativo, em repouso ou dormindo. Através do controle do corpo e da mente é possível despender o mínimo possível de energia, garantindo boa saúde e melhor desenvolvimento.

No ano de 1923, o alemão abriu seu primeiro stúdio, em Nova York, onde utilizava aparelhos imaginados e desenvolvidos por ele próprio . Mas a técnica, entretanto, só ganhou popularização nos anos 40. A maioria dos alunos que buscavam eram praticantes de esportes, apresentando, geralmente, algum problema postural ou de lesões.Após a morte de Joseph, aos 87 anos, sua esposa deu continuidade ao trabalho de difusão da técnica e, em pouco tempo, muitos alunos seguiram os passos do criador do Pilates, montando seus próprios stúdios. No Brasil, Alice Becker foi a principal difusora, a partir de 1991.

O Pilates continua a crescer em todo o mundo, conquistando um número cada vez maior de adeptos por ser uma prática que respeita as condições, necessidades, objetivos e limitações de cada um, com resultados satisfatórios ao praticante.

HIIT + Pilates: Com o Corpo de 21

HIIT + Pilates: Com o Corpo de 21

Que todo mundo deseja um corpo perfeito e queimar gorduras não é novidade. Porém, a procura por uma atividade ou estilo de treinamento que não exija muito e ainda seja eficiente na tarefa de eliminar calorias é contínua. Isto porque cada pessoa tem um estilo ou tipo de atividade que se sente melhor e nem sempre sua atividade preferida lhe ajudará a reduzir medidas. Então vamos apresentar uma ótima solução para quem deseja emagrecer através de uma atividade que não seja muito exaustiva e tem por vantagem apresentar resultados em pouco tempo.

Estamos falando de um método que une o HIIT e o Pilates (Programa Corpo de 21), transformando os treinos numa verdadeira seção para derreter gorduras. Quer saber por quê? Veja as vantagens dos dois tipos de exercícios e entenda os motivos.

Alta Intensidade do HIIT

HIIT (High Intensity Interval Training) é uma prática de treinos que intercala entre exercícios de alta intensidade e pequenos descansos. É excelente para acelerar o metabolismo e fazer o corpo queimar gorduras. Os treinos são curtos, de apenas alguns minutos, mas o corpo elimina calorias por horas continuamente, mesmo que o praticante não faça nenhuma atividade. Para os que acham que os treinos intervalados de alta intensidade pode ser cansativos os adeptos lembram que ficar numa academia por horas pode ser bem mais e os resultados podem simplesmente não aparecer.

Sistema De Energia Anaeróbio

Anaeróbio, literalmente, significa “sem”oxigênio. O sistema de energia anaeróbio é o que fornece energia em todos os esforços de até 1 minuto. Nos primeiros 10-15 segundos, o fosfato é usado e só depois disso que, glicose e ácido lático são envolvidos no esforço.

Durante rajadas de 10-15 segundos, há uma pequena quantidade de ácido lático produzido. Períodos de descanso de 30 segundos a um minuto irão fornecer recuperação completa do sistema de fosfato (ATP-CP), que é um dos sistemas responsáveis pela produção de energia sem oxigênio.

Sistema De Energia Aeróbio

Aeróbio, literalmente, significa “com”oxigênio. Este sistema de energia é utilizado durante o exercício prolongado acima de pelo menos 3-4 minutos. Enquanto há oxigênio suficiente para fornecer energia, a fadiga que você experimenta permanecerá em um nível baixo.

Esta é a razão por que muitos atletas treinam em altas altitudes onde há menos oxigênio. Treinando em altas altitudes, eles podem aumentar o número de células vermelhas do sangue o que irá ajudá-los a permanecer por um longo período de tempo com pouca ou nenhuma fadiga.

Eficiência do Pilates

Entre os benefícios do pilates temos o fortalecimento da musculatura e consequente queima das gorduras. Normalmente o pilates é lembrado apenas em situações de melhora da postura ou trabalho dos movimentos (fisioterapia), mas os exercícios são ótimos para quem deseja eliminar calorias, existindo uma série de exercícios com este fim. E o interessante dos exercícios de pilates é que normalmente não irão exigir tanto de quem executa. Todos os treinamentos podem ser considerados leves. E mesmo com a facilidade para serem realizados são ótimos e trazem uma série de benefícios para o praticante.

HIIT vs exercício moderado contínuo

Treinamento intervalado de alta intensidade tem sido mostrado para reduzir significativamente a gordura subcutânea, especialmente gordura abdominal, bem como a massa corporal total e em melhorar o VO2 max (um marcador de aptidão física) e sensibilidade à insulina. Em comparação com o (EAMC) , HIIT queima mais calorias e aumenta a oxidação de gordura pós-exercício e o gasto de energia. Além disso, HIIT diminuiu o colesterol total e o LDL-colesterol, aumentando o HDL-colesterol e VO2 máximo mais do que EAMC. Curiosamente, em um estudo de 2008, a perda de gordura foi significativamente aumentada após HIIT, enquanto a perda de gordura não variou em pacientes EAMC e grupos controle, ie. não houve diferença na perda de gordura entre os sujeitos que realizam CME e os inativos. Em um estudo que destaca a eficácia do HIIT, os indivíduos que faziam HIIT demonstraram melhoras na função endotelial, VO2 máximo, índice de massa corporal (IMC), percentual de gordura corporal, pressão arterial e regulação da glicose, mais do que um grupo que recebeu aconselhamento dietético e psicológico em adição ao EAMC. Talvez um dos fatos mais importantes, houve maior gasto de energia (por exemplo, com HIIT), quando avaliado por equivalentes metabólicos (MET) resultando numa diminuição do risco de eventos cardiovasculares em homens e mulheres, e diminuição mortalidade por qualquer causa. No entanto, são necessários estudos de longo prazo para avaliar especificamente o efeito do HIIT na mortalidade geral.

HIIT efeitos em populações de alto risco

Em pacientes com doença cardiovascular, HIIT Corpo de 21 mostrou ser superior na redução da pressão sanguínea, em melhorar a função endotelial, perfis de lípidos, VO2 máx, na função do miocárdio em geral. Pacientes com síndrome metabólica que realizam HIIT têm demonstrado ter melhorado a função endotelial, a sinalização de insulina, glicemia e lipogênese.

Estudos realizados em doentes DM2 (diabetes) tem demonstrado que a glicose sanguínea reduz e um aumento na capacidade mitocondrial e expressão de GLUT4 após apenas 2 semanas de três sessões de 20 minutos de HIIT por semana, e têm mostrado melhorar significativamente a tolerância à glicose em 6 meses.

É importante ressaltar que os programas HIIT não são apenas eficazes, mas também são seguros. HIIT tem sido utilizado de forma eficaz em pacientes com diabetes, angina estável, insuficiência cardíaca e após o infarto do miocárdio, bem como pós- stent e enxerto de artéria coronária.

Mais pesquisas ainda são necessárias para o efeito de HIIT contra CME com doenças cardiometabólicas, especialmente a observação de resultados a longo prazo. Da mesma forma, é necessária a elucidação da eficácia de HIIT em certas populações de pacientes, tais como naquelas que tenham recuperado de um acidente vascular cerebral ou naqueles que sofrem de doença arterial periférica.